quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Engole o choro, enxugue as lágrimas e continue. Por você

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017


Engole o choro, enxugue as lágrimas e continue. Por você. Pelos ideais que tanto acredita. Não permita que te diminuam dessa maneira e torturem ainda mais o seu coração. Faz o teu e não culpe a Deus pelas escolhas que são inteiramente suas.

Faça d'Ele sua morada, mas não espere que caia do céu tudo que merece o seu esforço e dedicação. Não se apresse, diminua a ânsia de querer tudo pra agora. Mire uma direção, seja cuidadoso, reforce a Fé e não desiste. Deus trabalha incansavelmente para que você saia sem sequelas de todos os propósitos que vem enfrentando.
Saiba lidar com todos os "Não" que surgirem em seu caminho, seja perceptivo e aceite o livramento. Pode não ser agora, mas amanhã será um novo dia para recomeçar. Esteja pronto para dar o seu melhor e fazer tudo diferente.

Esta mãe perdeu a filha porque cometeu um erro no Facebook. Preste sempre atenção!



Um homem estranho enviou um pedido de amizade no Facebook. Você não o conhece, mas como tem uma bonita foto de perfil, então você aceita...
Quem sabe, sua filha está indo para a escola pela primeira vez. Ela parece tão linda que você, todo (a) orgulhoso (a), tira uma foto e posta no Facebook para todos os seus amigos e familiares. Na foto, o logotipo no uniforme revela o nome da escola. Alguns cliques e pronto, o momento está registrado. O que você não percebe é que as consequências podem ser terríveis.

Aquele estranho/a que você adicionou à lista de amigos salvou a foto que você postou e a colocou em um catálogo online que é enviado para centenas de homens pelo mundo afora. Embaixo, a propaganda:
“Fresca, garota brasileira. Menos de 6 anos. Apenas US$5.000!”
Você acabou de dar a foto de sua menina para um traficante, entregou-lhe o nome e a localização exata da escola numa bandeja. O horror começa quando, algumas semanas mais tarde, você vai à escola buscar sua filha. Você espera no portão e nada. Você entra na escola, procura por toda parte e não a encontra...
Poucos sabem, mas a menina foi vendida para um pedófilo e agora está a caminho de outro país com uma sacola sobre sua cabeça, confusa, com medo e a chorar, com um homem que ela nunca tinha visto antes. Agora ela não sabe onde seus pais estão, para onde está indo, ou o que vai acontecer com ela. Então: JAMAIS ADICIONE DESCONHECIDOS NO FACEBOOK! É melhor ter um amigo a menos do que passar por esse pesadelo.
Pare de postar tudo sobre sua vida no Facebook. Jamais aceite solicitações de amizade de pessoas desconhecidas. E o mais importante: não poste fotos de crianças! Elas muitas vezes acabam nas mãos erradas. Por favor, compartilhe em nome de todas as crianças.

O hábito de agradecer – enquanto o sábio agradece o pobre de espírito reclama



Para ser feliz, você não precisa de grandes conquistas materiais. Já tem o pôr-do-sol, as estrelas, os pássaros, o sorriso dos amigos, seus irmãos.
Agradeça a Deus, pois você tem sua vida, o dia que está começando, sua força e determinação.
Com todos esses presentes da vida, o resto você constrói…

O sábio agradece às pessoas que acreditaram nele porque o ajudaram a se sentir abençoado, mas agradece também àqueles que o desqualificaram, pois foram eles que o ensinaram a ser um guerreiro.
Numa equipe integrada, as pessoas agradecem aos companheiros.
Agradecem não só individualmente, mas também — e principalmente — na frente dos demais.
A gratidão gera um clima em que todos se sentem importantes para o resultado do grupo.
Agradeça: uma ajuda, um toque, uma orientação oportuna, uma crítica pertinente.
Agradeça: o esforço de varar a noite para entregar um projeto, o de chegar mais cedo numa emergência, o de ficar uma semana sem almoço para substituir um colega doente.
Agradeça: uma boa ideia, uma presença positiva e cooperativa.
O agradecimento faz o outro se sentir importante e cria a consciência de pertencer a um grupo.

Roberto Shinyashiki - Os Donos do Futuro

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Quero um amor para andar de mãos dadas…

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017


Um amor para andar de mãos dadas…
Sem castelos, sem coroa, sem luxo. O amor que desejo não tem valor estimado, mas é simples, tão simples feito casinha de madeira no meio do mato, repleta de flores transbordando o jardim.     ​
Não preciso de uma declaração de amor com rosas caindo de um helicóptero que voa alto lá no céu. Troco tudo isso por sua voz que diz um bom dia baixinho, preguiçoso, sem pressa. Não espero carro de som e nem você cantando na televisão. Mas não dispenso o seu cantar alegre no chuveiro durante aquele banho demorado de sábado.     ​

Abro mão das noitadas caras por uma festa particular com você no meio da sala. Troco a viagem incalculável por um final de semana naquela pousada sem luxo, mas com um sol que bate na janela e nos acorda para a vida.
Quero ver você dançar sem motivo, de roupa desarrumada, de cabelo desgrenhado. Sem base, sem pó, sem batom. Você na sua beleza mais plena, que é quando lhe acho ainda mais bonita.
Quero o brilho dos olhos ao ver você naquele vestido azul no casamento da sua melhor amiga.
Aquele que você insistiu para eu ir, pois queria mostrar para todo mundo como a gente ​combina.
Quero poder dizer como você fica melhor perto de quem você ama. E agradecer em silêncio por poder fazer parte disso. E ser grato não só por isso, mas por todas as outras coisas que você me causa.     ​   ​
Adoro quando você coloca a mão na minha perna enquanto dirijo. E como reclama do sinal vermelho e de como me atraso sempre para tudo, até quando chego na hora. Gosto de como você segura o garfo, de como retorce a sobrancelha direita quando lê aquela notícia triste. E de como chora quando percebe que não vai mudar o mundo.
​Gosto de como você é tudo aquilo que sempre esperei, e de como mudou o fato de que nunca acreditei que a encontraria. Adoro quando pega minha mão no meio da noite e como busca meus pés tateando a cama com os dedinhos dobrados.     ​
Não preciso que você tenha dois diplomas, nem mestrados, nem doutorados, nem coisa nenhuma. É na faculdade da felicidade que busco meu amor. E esse amor não precisa ter o armário cheio de roupas de marca ou viver plantado no salão de beleza querendo mudar a cor de tudo.
Quero a simplicidade da olheira depois de um dia pesado, dos pés jogados no sofá quando a preguiça fizer sala e da torrada com ovo se não tivermos tempo para fazer o mercado. Nada é tão importante como o jeito que você me olha ou a forma como meu olhar a busca só para ter certeza de que nada disso é um sonho.     ​
Não quero amor de revistinha de novela, nada disso. Quero alguém que tenha mil defeitos, mas que conheça todos eles. E que me permita ressaltar suas qualidades só para lhe arrancar o sorriso mais bonito do dia inteiro.
Quero um amor sem luxos, mas cheio de brilho. Desejo um amor sem carro conversível, mas com pés dispostos a desbravar a vida. Que seja sereno, mas não morno. Que seja de delicadezas diárias, pequeninas, sem solenidade na hora da gentileza.
Quero andar de mãos dadas no parque sem medo de quem vai esbarrar na gente. Quero sua cabeça em meu colo, sua perna na minha canela, seu braço enroscado no meu pescoço. Quero sua versão mais singela e a mais quente também. Quero tudo que o que você é de verdade, do zero ao dez. Do dez ao mil. Do mil ao infinito.
Não precisa vir no cavalo branco, no disco voador ou agarrada na ponta da lua. Venha de pés descalços mesmo, sem grilos, sem gritos, sem caos. Chegue cantando sua música preferida, aquela que faz você dançar.
​Juro acompanhar a rima, a dança, o ritmo. Juro encostar meu rosto no seu bem na hora em que a canção fizer você fechar os olhos. Juro cantar baixinho aquela parte que mais gosta. E juro não perder a graça quando beijar você durante o refrão mais bonito.
Venha pronta para amar, mas mais ainda para ser amada. Chegue querendo ver as estrelas, pois não espere nada menos do que o céu como cenário para nosso melhor encontro. Venha feito semente querendo brotar no jardim.
Venha inteira, seja plena e me queira sem fim.

Fonte: O Segredo

5 lições de Adele sobre a vida



Uma casa trancada e cheia de poeira. Esse é o cenário do clipe da música que marcou o “retorno” de Adele, no final de 2015, após quatro anos sem gravar.
Vemos ela arrancar as cortinas das janelas e os lençóis que cobriam os móveis, antes de ouvirmos “Hello! It’s me”. Era Adele se apresentando novamente.
Como se fosse preciso! Reconhecemos sua voz imediatamente. E o reconhecimento do seu trabalho — o álbum 25, o terceiro de sua carreira — veio no último fim de semana, durante o Grammy 2017: venceu as principais categorias e levou cinco prêmios, entre eles o de melhor disco.

“Sou grata, mas não posso aceitar esse prêmio”, respondeu a cantora, em um discurso emocionado. “A artista da minha vida é Beyoncé e seu álbum Lemonade é tão monumental”.
De cada uma dessas ações de Adele podemos tirar verdadeiras lições de vida!
1. A vida é prioridade
Com o nascimento do filho Angelo, em 2012, Adele tomou a decisão de se dedicar a família. Esse é o principal motivo para ter ficado quatro anos sem gravar um novo álbum de estúdio. Turnês mundiais nos próximos anos também não estão nos planos da cantora, que em entrevistas já afirmou ser bastante caseira e sentir mal-estar durante longas excursões.
2. Permita-se errar
“Sinto muito. Podemos começar de novo?”. Foi assim que Adele lidou com as falhas ao cantar “Fast Lover”, em homenagem a George Michael, que morreu em dezembro do ano passado. Em sua apresentação na edição anterior do Grammy, Adele também desafinou.
3. Não alimente o seu ego
Adele poderia acreditar na imagem de superstar. Mas consegue ser humilde a ponto de se declarar fã de Beyoncé, reconhecer a grandiosidade do trabalho de Queen B e ainda questionar a escolha da academia por seu próprio álbum.
4. Reconheça a si mesmo
Há quem diga que Adele quebrou um dos troféus que recebeu para dividir com Beyoncé — apesar de vídeos que circulam pela internet mostrarem a cantora trocando o quebrado por outro inteiro nos bastidores. O acontecimento, porém, carrega uma simbologia incontestável: o valor que damos a nós mesmos e aos outros é muito mais importante do que qualquer prêmio.
5. Respeite o seu tempo
Adele mostra que priorizar a vida não significa deixar de produzir, mas fazer isso respeitando o seu tempo. O resultado são criações genuínas, com mensagens que tocam o coração das pessoas. Não é esse um dos possíveis sentidos da vida?

Tempo não define o sentimento



“Não é o tempo nem a oportunidade que determinam a intimidade, é só a disposição. Sete anos seriam insuficientes para algumas pessoas se conhecerem, e sete dias são mais do que suficientes para outras.”
Jane Austen
Sabes quando tu conheces uma pessoa e sentes que já a conheces por mais de uma vida? Sabes quando as ideias e vontades de dois “desconhecidos” se cruzam e parece que todo o tempo do mundo ainda é pouco para falar?

É possível, sim, gostar e amar uma pessoa em pouco tempo. É mais do que possível tu te identificares tanto com uma pessoa que acabaste de conhecer mais do que com uma que cresceu ao teu lado.
Da mesma forma, o sentimento que tu podes ter por uma pessoa do outro lado do país e que tu nunca viste na vida pode ser maior do que por uma pessoa que convive contigo.
Apenas uma coisa que tu tens que entender: as pessoas não duram para sempre. Mas eu acredito, fielmente, que o sentimento sim. Ele permanece. Tanto que algumas pessoas partem desta vida para sabe-se-lá-o-quê mas nunca serão esquecidas por nós. E nunca deixaremos de amá-las.
A vida é como o trânsito numa grande cidade: algumas pessoas ficam ali paradas, impacientes, apenas à espera do momento propício para irem embora. Outras, tentam fazer do tempo em que estão ali um pouco mais agradável, por mais difícil que seja. Outros são pedestres, que atravessam apressados pelas ruas da vida sem sequer reparar no que está ao seu redor e, talvez, toda essa pressa, os faça perder coisas maravilhosas que estavam bem ali ao seu lado.
A minha dica? Desacelera. Repara ao teu redor, aproveita oportunidades, cria situações. Utiliza o teu dom de gostar e de amar, mesmo que só estejas de passagem.
Conheci pessoas incríveis, que me ensinaram coisas boas e exalavam energias positivas. E pessoas que conseguem fazer um sorriso meu fluir, acredita, terão o meu eterno amor.
E por mais que pessoas venham e vão nas nossas vidas, guarda um pouco delas em ti. Aprende com elas, ama-as. No futuro tu vais perceber o quanto elas te farão falta, mesmo que com pouco tempo de convívio.
Este texto, na verdade, é uma forma de demonstrar o meu carinho por todas essas pessoas que passaram rapidamente pela minha vida, mas que deixaram um grande rastro de carinho por elas. E o mais incrível é que elas talvez nem saibam disso! Mas é aí que está a beleza: amar não requer nada em troca.
Apenas ama mais, independentemente do tempo. E lembra-te: o tempo não define o sentimento.

Mude tudo ao seu redor: adote o “conselho da gota limpa”, da Madre Teresa de Calcutá



Ela deixou os jornalistas de boca aberta ao responder e desafiar um deles.
Um dos mais célebres conselhos da Madre Teresa de Calcutá é este:
Seja apenas uma gota no meio do oceano, mas uma gota limpa.

Em 1979, ao voltar da Noruega após o recebimento do Prêmio Nobel da Paz, a Madre Teresa de Calcutá passou pela casa humilde das Missionárias da Caridade em Roma, onde um jornalista lhe fez uma pergunta provocadora:
– Madre, a senhora tem setenta anos. Quando a senhora morrer, o mundo vai ser como antes. O que mudou depois de tanto esforço?
A Madre Teresa então lhe respondeu:
– Veja, eu nunca pensei que poderia mudar o mundo. Eu só tentei ser uma gota de água limpa em que pudesse brilhar o amor de Deus. Você acha pouco?
O repórter não conseguiu responder. No silêncio de escuta e emoção que tinha surgido, a Madre Teresa retomou a palavra e pediu ao repórter:
– Tente ser você também uma gota limpa e, assim, seremos dois. Você é casado?
– Sim, madre.
– Peça também à sua esposa, e assim seremos três. Tem filhos?
– Três filhos, madre.
– Peça também aos seus três filhos e assim seremos seis.
É uma lição extremamente simples e prática. Para torná-la realidade, basta a vontade.

Fonte: Aleteia